Página inicial > Notícias > Fornos podem melhorar uso da energia em olarias do Nordeste

Fornos podem melhorar uso da energia em olarias do Nordeste

segunda-feira 29 de julho de 2013

A partir de maquetes de fornos usados na produção de cerâmicas, o Instituto Nacional de Tecnologia (INT) indica como a energia pode ser melhor aproveitada e causar menos danos ao meio ambiente. A demonstração integrou a 21ª ExpoT&C , mostra de Tecnologia e Ciência associada que ocorre simultaneamente à programação científica da 65ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que foi inaugurada nesta segunda-feira (22/07), às 13h, no campus Recife, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). O INT é um das 27 instituições que compõem o Pavilhão do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTI) na ExpoT&C.
Após beneficiar 140 indústrias cerâmicas da região do Seridó, o projeto Eficiência Energética em Cerâmicas de Pequeno Porte na América Latina para Mitigar a Mudança Climática (Eela), coordenado no Brasil pelo INT, iniciou nova fase em 2013, expandindo sua ação a todo o Nordeste brasileiro. Além do melhor uso da energia, o trabalho - que tem patrocínio de R$ 1,26 milhão da Agência Suíça de Cooperação e Desenvolvimento (Cosude) e da ONG Swisscontact - visa reduzir as emissões de carbono e diminuir o impacto ambiental da atividade, difundindo um modelo sustentável de produção.
A nova etapa do projeto Eela terá até o segundo semestre de 2016 para atuar em várias frentes. A primeira ação visa a troca dos fornos por outros mais eficientes, de modo a promover o melhor aproveitamento do calor e a melhor qualidade da queima, reduzir as emissões e respeitar a legislação ambiental. Outra iniciativa consiste em fomentar o uso de ventiladores para a combustão, promovendo a economia e o controle da queima. Serão ainda divulgadas boas práticas, como arranjos mais eficientes das peças no interior dos fornos, correta secagem das peças e controle da temperatura. As ações devem abranger um universo de 800 empresas, fomentado também o uso de biomassa renovável, como lenha de manejo florestal ou de poda de cajueiro, para substituir o uso de biomassa nativa que hoje responde por 25 por cento do combustível queimado nas olarias.
Embalagens evitam desperdício de frutas
Outro trabalho que o INT expõe em seu estande na 21ª ExpoT&C são as novas embalagens que reduzem as perdas de frutas. Com base dobrável e retornável, uma destas soluções substitui os caixotes descartados nos mercados. Padronizada no comprimento e largura, com alturas e bandejas variáveis para diferentes formas de frutos, essa estrutura se empilha perfeitamente sem amassar ou abafar o conteúdo. Há ainda caixas específicas para morangos e palmito de pupunha, que garantem a integridade desses produtos. O resultado final é o aumento da vida útil dos frutos em até 50% em relação às embalagens atuais.
Desenvolvidas por meio do projeto Embalagens valorizáveis para o acondicionamento de frutas e hortaliças, com apoio do Fundo Tecnológico (Funtec) do BNDES e parceria com o Centro de Tecnologia de Alimentos (CTAA) da Embrapa, estas embalagens receberam o IF Design Award, o mais importante prêmio internacional em design, na vertente IF Packaging Design Award 2013, que contempla os melhores projetos de embalagens.
Quiz Tecnológico
O Instituto Nacional de Tecnologia promove ainda, no seu estande, o Quiz Tecnológico INT, um jogo interativo de perguntas e respostas sobre Ciência, Tecnologia e Inovação. Destinado principalmente a estudantes, da segunda fase do ensino fundamental ao ensino superior, o quiz traz informações históricas, com imagens e vídeos. As questões do jogo, com foco nas áreas de atuação do Instituto, incluem perguntas sobre energia, química, design, meio ambiente, inovação e ciência e tecnologia de um modo geral. A atividade possui três níveis de dificuldade e envolve cinco participantes por vez, que escolhem eletronicamente as opções projetadas na tela.
(Assessoria de Comunicação do INT)

Notícias

Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada

site criado pela