Página inicial > Alampyme-BR integra GT do PAC-PME

Alampyme-BR integra GT do PAC-PME

terça-feira 14 de maio de 2013

A adesão da Alamyme-BR ao PAC-PME foi celebrada pelo programa e têve repercussão na mídia nacional. Para o coordenador da iniciativa, Rodolfo Zabisky, "a participação e o apoio da Alampyme-BR são muito importantes, pois sinalizam claramente alinhamento de projetos visando fomentar empreendedorismo, aumentar competitividade empresarial e melhorar acesso a capital de crescimento para PMEs."

Ele também se referiu à liderança o Presidente da Alampyme-BR, Sergio Miletto, , que " vem contribuir significativamente com a crescente mobilização da sociedade brasileira em torno das propostas que serão levadas ao Governo em maio/2013".

Em declaração ao site do PAC-PME, Mileto diz que a iniciativa dialoga com o PROUNAMICRO - Programa UNASUL de Apoio ao Desenvolvimento Local Sustentável com protagonismo das MPMEs e Sociedade Civil, que é defendido pela Alampyme como uma forma de fazer inclusão social e econômica. "O social e o econômico são inseparáveis e a sinergia entre estes programas colaborará com o melhor acesso ao capital, que hoje é um dos maiores empecilhos para transformar talentos e saberes em tecnologia e negócios sustentáveis", disse Mileto.

Ele destacou que oo PAC-PME pode, por exemplo, viabilizar o acesso do PROUNAMICRO aos recursos necessários para viabilizar a produção de micro empresas que trabalhem em consórcio e cooperativas aliados às demandas sociais do território onde elas estão, criando marcas coletivas e públicas para ganharem maior eficácia.

O site do PAC-PME traz informações sobre a construção da Alampyme-BR, que "se institucionalizou no Brasil em 2011 como fruto das reflexões e militância cidadã de um grupo de empresários preocupados com a pequena inserção das Micros, Pequenas e Médias Empresas nas instâncias de decisão econômica e no PIB do País: menos de 20%, apesar delas representarem, hoje, 99,1% do total de empresas e serem responsáveis por 57% dos empregos gerados. A Alampyme-BR colabora com o aumento da participação das MPMEs no PIB e na pauta de exportação do Brasil, como fator crítico para o sucesso da erradicação da pobreza e não se furta da tarefa de formular e debater políticas públicas que estimulem o empreendedorismo, incluindo as políticas de crédito que deveriam ser proporcionais ao peso social e econômico do setor".

Com a adesão da Alampyme-BR, o PAC-PME passa a contar com 82 integrantes em seu grupo de trabalho e apoio, sendo: 31 entidades e associações, 26 consultores legais, 16 intermediários financeiros e nove auditorias.

Fonte: Portal PAC-PME

 

 

Notícias

Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada

site criado pela